Estrias e Celulite

Estrias

"Celulite" - Lipodistrofia Ginóide
         A Solução para a Celulite 

Estrias

As estrias atróficas são lesões decorrentes da degeneração das fibras elásticas da pele que ocorrem por sua distensão exagerada ou devido a alterações hormonais. É comum o surgimento durante a puberdade em decorrência do crescimento acelerado nesta fase da vida e também na obesidade e na gravidez. Atinge os dois sexos, porém é mais frequente no sexo feminino, sendo uma das principais queixas de estética entre as mulheres. A ruptura das fibras forma lesões lineares, geralmente paralelas, que podem variar de um a vários centímetros de extensão. Surgem principalmente nas coxas, nádegas, abdômen (gravidez), mamas e dorso do tronco (homens). Inicialmente as lesões são avermelhadas ou róseas evoluindo mais tarde para uma tonalidade esbranquiçada. Em pessoas de pele morena as estrias podem ser mais escuras que a pele sadia. A pele na área afetada tem consistência frouxa. O surgimento das estrias depende de uma tendência pessoal. Algumas pessoas as desenvolvem mesmo com pouca distensão da pele e outras não desenvolvem estrias nem na gravidez, quando a distensão da pele é muito grande.

De qualquer forma, recomenda-se a hidratação intensa da pele com cremes e loções hidratantes para tentar evitá-las, principalmente em pessoas com histórico familiar de estrias. Deve-se beber pelo menos 8 copos grandes de água por dia (2 litros) e evitar engordar demais e rapidamente, eliminando doces e gorduras da dieta e praticando exercícios físicos regularmente. Nas meninas, na fase da puberdade, estes cuidados são muito importantes, pois é nessa época que costumam surgir as estrias nas nádegas, coxas e mamas. Nos rapazes, a fase do "estirão" pode causar estrias horizontais no dorso do tronco. As estrias são lesões irreversíveis e, portanto não existe um tratamento que faça a pele voltar ao que era antes. Os tratamentos visam melhorar o aspecto das lesões, estimulando a formação de tecido colágeno subjacente e tornando-as mais semelhantes à pele ao redor. Para isso várias técnicas podem ser empregadas, entre elas:

  • Tratamento com ácidos: alguns tipos de ácidos, especialmente o ácido retinóico, estimulam a formação de tecido colágeno, melhorando o aspecto das estrias. Pode haver descamação e vermelhidão e a concentração ideal para cada caso deve ser definida pelo dermatologista, de acordo com o tipo de pele. Deve ser evitada a exposição solar.
  • Peelings: os peelings tem a mesma ação dos ácidos, no entanto, de uma forma mais acelerada e intensa, geralmente levando a um melhor resultado. Também deve ser evitada a exposição solar.
  • Subcisão (subcision): esta técnica consiste na introdução de uma agulha grossa, com ponta cortante, ao longo e por baixo da estria, com movimentos de ida e volta. O trauma causado leva à formação de tecido colágeno no local, que preenche a área onde o tecido estava degenerado.
  • Implante de colágeno no local: que preenche a área onde o tecido estava degenerado. Provoca equimose (mancha roxa), que faz parte do tratamento, pois a reorganização do sangue também dá origem à formação de colágeno.
  • Dermoabrasão: o lixamento das estrias provoca reação semelhante à dos peelings, com formação de colágeno mas com a vantagem de regularizar a superfície da pele, que ganha mais uniformidade, ficando mais semelhante à pele ao redor.
  • Intradermoterapia: consiste na injeção ao longo e sob as estrias de substâncias que provocam uma reação do organismo estimulando também a formação de colágeno nas áreas onde as fibras se degeneraram. Além disso, a própria passagem da agulha provoca uma discreta subcisão.

    Estes são procedimentos médicos e apenas os médicos devem realizá-los, indicando o que for melhor de acordo com cada caso. Os melhores resultados costumam aparecer com a associação de mais de um método.


Última atualização: 16/08/2005


"Celulite" - Lipodistrofia Ginóide

A "celulite" é o nome popular de uma alteração cutânea chamada Lipodistrofia Ginóide (LDG) . Tem incidência predominante no sexo feminino e afeta nove em cada dez mulheres acima de 30 anos, mas pode acometer os homens também. Sua localização preferencial é nas áreas ginóides (região glútea, culotes, quadris, flancos e joelhos). Estas regiões têm a gordura de reserva chamada esteatomérica que aumenta após os 18 anos, pelo estímulo androgênico, com o objetivo de armazenar energia para a gravidez e lactação.

A LDG é uma alteração do tecido adiposo (gorduroso) destas regiões, com perda do equilíbrio fisiológico e tecidual local. A teoria atualmente aceita indica que o início das transformações ocorre no interstício das células gordurosas, mediante alteração bioquímica dos mucopolissacarídeos e os proteoglicanos, que sofrem hiperpolimerização. Assim, eles têm sua viscosidade aumentada, com prejuízo de suas funções biológicas.

Esta alteração é ocasionada por diversos fatores (multifatorial), que causam a degeneração do tecido adiposo, alteração do tecido conjuntivo e das fibras de sustentação da pele, com mudanças na circulação sangüínea, tornando as células adiposas hipertrofiadas com posterior formação de fibrose. As manifestações clínicas visíveis e palpáveis desta afecção são: pele com aspecto de casca de laranja, tumefação local (inchaço), flacidez, dor, sensação de peso e compressão, entre outras.

Os fatores predisponentes são:

  • Hormonais: indica ser o estrogênio o grande responsável pela disfunção inicial. Assim, o hiperestrogenismo pode ocorrer por aumento de secreção ovariana em doenças e situações fisiológicas, por ingestão em alimentos ou medicamentos, situações de desequilíbrio entre estrogênio e progesterona, ou pelo aumento da sensibilidade dos receptores ao estrogênio.
  • Sedentarismo, obesidade e sobrepeso: causam hiperinsulinismo.
  • Dieta: excesso de açúcares e gorduras levam a hiperinsulinemia e a lipogênese (produção de gordura). O consumo de álcool estimula a lipogênese. Hábitos alimentares familiares ruins podem desencadear o processo. (Dermatologia Nutricional).
  • Predisposição genética e familiar: observa-se no padrão ginóide das latino-americanas.
  • Fator psicossomático: ansiedade, depressão e estresse.
  • Distúrbios circulatórios: como insuficiência venosa, varizes e edema linfático.
  • Gravidez: onde há aumento da prolactina e da insulina.
  • Disfunções intestinais: constipação intestinal e síndrome do intestino irritável.
  • Compressões externas: como roupas justas e meias elásticas.
  • Distúrbios posturais e ortopédicos
  • Tabagismo: o fumo diminui a microcirculação local.
  • Medicamentos: estrogênios, costicosteróides, anti-histamínicos, anti-tireoideanos, beta-bloqueadores.
  • Temperatura: piora no inverno (frio) e melhora no verão.
A LDG uma vez instalada não tem cura definitiva. Todos os tratamentos convencionais têm a função de diminuir os efeitos inestéticos ou ajudar a atenuá-los. Devemos controlar todos os fatores predisponentes:

Dieta: não influi diretamente na reversão da doença, porém pode melhorar o tecido de base. A correção da hiperinsulinemia não reverte o quadro. As pacientes obesas ou com sobrepeso devem emagrecer com dieta balanceada. A dieta hipocalórica crônica, com poucas proteínas, aumenta o estrogênio livre pela falta das proteínas carreadoras. Deve ser feita uma dieta hiperprotéica controlada por nutricionista. Dica: as metilxantinas encontradas no chocolate (teobromina), café (cafeína) e chás (teofilina) atuam favorecendo a lipólise, e devem ser consumidas (Dermatologia Nutricional).

Atividade física: é fundamental para aumentar a velocidade do fluxo sanguíneo, melhorar o tônus muscular, e diminuir o edema dos membros inferiores. Dica: deve-se subir e descer escadas (a cada degrau perde-se uma caloria), fazer caminhadas ao ar livre e dançar.

Massagens: como as principais causas são a má circulação e o inchaço causado pela retenção de líquidos, é bom fazer a drenagem linfática, massagem que segue o trajeto dos vasos linfáticos (subindo a perna) e que ajuda a eliminar o excesso de líquidos dos tecidos afetados. Outra opção muito útil é a escovação seca. Dica: para quem tem varizes, as meias elásticas podem ajudar (A Solução para a Celulite).

Cremes: são coadjuvantes em massagens (drenagem linfática). Antes de aplicar qualquer creme, use um esfoliante para eliminar as células descamadas da superfície da pele, facilitando assim a penetração dos ativos do creme. É muito difícil que qualquer substância aplicada sobre a pele possa penetrar até onde se encontra a LDG, porém os cremes ajudam a melhorar a hidratação da pele e o aspecto superficial. Dica: alguns cremes com silícios orgânicos, centella asiática, vitamina C, ginkgo biloba, arnica, hera, enzimas de difusão e proteolíticas podem ajudar.

Cirurgias: os tratamentos cirúrgicos são a subcisão e lipoescultura. A subcisão consiste em separar a pele da gordura que a traciona usando uma agulha especial (agulha de NoKor). O procedimento é repetido em cada um dos "buraquinhos", levando em média dois minutos para corrigir cada depressão. Quando a LDG é mais profunda, é necessário associar a subcisão à técnica de lipoescultura. Para isso, é realizada a subcisão e, em seguida, retirada a gordura alterada usando a técnica de lipoaspiração. Para preencher o espaço entre a pele liberada e a gordura alterada usa-se, geralmente, a gordura do culote. O procedimento é feito com anestesia local. Esses métodos são mais invasivos, não isentos de riscos, podendo causar infecções, hematomas e absorção da gordura enxertada, acarretando a volta do quadro. A subcisão pode ser uma alternativa para a LDG das nádegas, mas não é indicada se o problema acomete as coxas.

Última atualização: 16/08/2005


A Solução para a Celulite

"The cell is immortal. It is merely the fluid in which it floats that degenerates. Renew this fluid at regular intervals, give the cells what they require for nutrition, and as far as we now, the pulsation of life can go on forever."
Dr. Alexis Carrell - Prêmio Nobel de Medicina - 1912

A água é a origem da vida. O nosso organismo precisa de água para viver. As células, que são os elementos básicos de nosso organismo, necessitam de suprimentos constantes de água para realizarem suas tarefas no nosso corpo. Esta água chega até elas pelos vasos sanguíneos que irrigam todos os tecidos. Mas não adianta bebermos mais água para que o nosso organismo, e em conseqüência, as nossas células fiquem mais hidratadas. Beber um litro de água por dia é um mito, um número cabalístico, sem comprovação científica. O que importa mesmo é "ouvir" a necessidade do seu organismo. Se ingerimos apenas água, sem aporte nutricional, esta água não entrará nas células, apenas circulará pelo organismo e será eliminada pelos rins. É preciso que, junto com esta água, os vasos sanguíneos íntegros carreguem os nutrientes vitais para as células. Estes nutrientes são utilizados tanto para o metabolismo celular como para o reparo dos danos causados pelos fatores agressivos internos (radicais livres, excesso de hormônios) e externos (dieta inadequada, fumo, xenobióticos, etc..). Estes nutrientes essenciais e vitais são obtidos apenas pela alimentação saudável. A falta destes elementos causa a perda de água das células e/ou seu acúmulo nos espaços intersticiais (entre as células). Todas as células do nosso organismo sofrem as mesmas conseqüências deste acúmulo de líquido intersticial, e por conseqüência, deixam de funcionar adequadamente, envelhecendo precocemente e causando inchaços (membros inferiores e pálpebras).

Recentes pesquisas apontam que a obesidade (ou excesso de peso) está intimamente relacionada com a celulite e o envelhecimento. Entre os aspectos da obesidade que apenas começam a ser compreendidos está sua relação com diversas doenças, inclusive o câncer (3,2% de todos os tumores malignos estão ligados à obesidade). Um dos mecanismos mais prováveis é a ativação de hormônios sexuais como o estrogênio por enzimas produzidas pelas células de gordura. Segundo estudo publicado em 2005 pela revista especializada Annals of Internal Medicine, 90% dos homens e 70% das mulheres brancos nos Estados Unidos sofrem com o excesso de peso, o que é considerada uma epidemia não apenas nos USA como também no Brasil, pela Organização Mundial da Saúde. Outra pesquisa publicada em junho de 2005 no New England Journal of Medicine comprovou que pacientes que perderam até 10 quilos de gordura por lipoaspiração (a qual não retira a gordura visceral) não apresentaram melhora na sensibilidade à insulina e nos outros fatores metabólicos prejudiciais à saúde ligados à obesidade, como a hipertensão e diabetes. Ou seja: o que regenera o organismo é melhorar a alimentação, sair do sedentarismo, evitar a obesidade e o fumo, enfim levar uma vida mais saudável.

O conhecido dermatologista norte-americano Dr Howard Murad (foto), em seu livro "A Solução para a Celulite", a ser lançado brevemente no Brasil no ano de 2006, estabelece uma relação muito convincente entre o surgimento da Lipodistrofia Ginóide (LDG), conhecida popularmente como "Celulite", e a degeneração dos tecidos que dão sustentação à pele, causada por diversos fatores (intrínsecos e extrínsecos), que agindo em conjunto, acarretam a deficiência de nutrição das células. A celulite chega a atingir 80% das mulheres com mais de 35 anos de idade. Neste livro, o Dr Howard Murad explica muitos dos princípios da fisiologia humana, incluindo elementos de fisiologia celular. Ele ensina como e porque a água se acumula nos espaços celulares e prejudica a nutrição e o vigor das células da pele. Segundo sua teoria do "Princípio da Água", este acúmulo de líquido fora das células ocorre por ação de vários fatores como hormônios sexuais femininos, deficiência circulatória, falta de nutrientes celulares (para reterem a água dentro das células) e oxigenação inadequada dos tecidos (circulação alterada). A proposta do tratamento do Dr Murad não é tratar a "celulite" de forma localizada, mas sim como uma doença sistêmica e evolutiva, que precisa de uma abordagem integral, baseada em alimentação, dieta adequada (combater o excesso de peso), escovação seca, exercícios, uso de antioxidantes locais e sistêmicos. As três chaves do tratamento da celulite do Dr Murad são: reparar, reidratar e revitalizar as células.

A maioria dos tratamentos comuns para celulite enxergam apenas os fatores locais e preconizam tanto dietas especiais inespecíficas, como o uso de equipamentos (laser, radiofrequência, estimulação elétrica), medicamentos locais de efeitos duvidosos (cremes de massagem, injetáveis e "mélanges") e cirurgias reparadoras (lipoaspiração, subcision) para diminuírem as imperfeições da pele. Tratam apenas o efeito e não a causa, sem ação preventiva, sem ação na evolução da doença. Contrariando essas várias terapêuticas existentes, a inovadora proposta do Dr Murad é abordar o problema tratando-o por dentro (com nutrientes essenciais) e por fora do nosso organismo (com produtos antioxidantes e manipulação dos tecidos), de forma eficaz, racional, de custo acessível, possibilitando uma saudável opção frente aos tratamentos "milagrosos" e de resultados temporários, caros, ineficazes e com vários efeitos colaterais significativos.

O Dr Murad apresenta uma relação de alimentos que devem ser sempre consumidos para manter a pele saudável; ensina também como manipular a pele afetada pela celulite, como realizar alguns exercícios simples que podem acelerar o tratamento e como escolher os cremes mais adequados para a celulite. O tratamento é permanente mas perfeitamente realizável, porque respeita nossos hábitos de alimentação e de vida (como a escovaçãos seca, na foto). Os resultados são rápidos, surpreendentes, e principalmente duradouros. Segundo o Dr Murad, em 8 semanas de tratamento, as pacientes observarão uma melhora de 78% na aparência da pele e 47% de melhora em sua textura. Só este resultado já vale a pena, além dos resultados em ganho de saúde para o organismo como um todo. O tratamento da "celulite" pelo método do Dr Murad apresenta resultados também no tratamento das estrias que ocorrem no mesmo local.

Visão geral do tratamento do Dr Murad descrito no livro A SOLUÇÃO PARA A CELULITE

1. O que é Celulite? Porque 80% a 90% das mulheres apresentam este problema?

A celulite pode ser definida como um distúrbio médico primeiramente observado como mudanças microscópicas na parte de dentro da pele, as quais não são aparentes na superfície. Essas mudanças invisíveis, no entanto, mais tarde se manifestam como problemas cosméticos, os quais são o que comumente associamos com furinhos. Trata-se de um distúrbio progressivo e multifatorial. Começa como uma imperfeição secundária, mas pode se tornar um grande obstáculo para a auto-estima e para um corpo saudável.

A celulite é causada principalmente pelos hormônios. Na verdade, a razão pela qual os homens nunca têm celulite é provavelmente porque possuem muito menos estrogênio em seus corpos do que as mulheres.

Outro fator é a genética. Se sua mãe teve celulite, você tem mais probabilidade de também ter. Esses fatores hormonais e hereditários permitem que a derme se altere com mais facilidade em áreas específicas. Células gordurosas dérmicas em áreas de celulite estão mais próximas da superfície porque a derme foi danificada. Esse tecido, em mulheres, costuma ser menos flexível do que nos homens, outra razão pela qual se rompem com mais facilidade com a idade e o ambiente. Por alguma razão, as mulheres costumam se machucar nas coxas facilmente e ter "microvarizes" (telangiectasias e microvarizes). Isso implica vasos sangüíneos enfraquecidos, uma das causas primárias da celulite. Pode ser hormonal ou genético, mas é evidentemente verdade.

O tecido gorduroso é encontrado na maioria das partes do corpo em graus variáveis. Ele funciona primariamente como camada protetora para os órgãos e como reserva de energia. Quando se reduz a ingestão normal de comida, o corpo automaticamente queima a própria reserva de gordura armazenada. Numa dieta de baixas calorias, a gordura sai de muitas áreas, mas as saliências de celulite permanecem.

A celulite e as estrias não são mais um fato inevitável da vida. Com algumas modificações em seus hábitos nutricionais e em seu estilo de vida, você pode conhecer o primeiro método testado cientificamente para tratar a celulite.


2. Porque a celulite resiste às dietas e exercícios?

A gordura debaixo da pele é a gordura que cobre seus músculos, que se acumula quando você come mais calorias do que usa e que sai quando faz dieta e se exercita. Essa gordura não contribui para a celulite ou para as estrias. Quando você perde peso, não importa que programa de dieta/exercício use, a porcentagem de gordura do corpo diminui, mas não há nenhuma perda mensurável de celulite. Isso ocorre porque o corpo não pode utilizar como combustível a gordura presa na camada dérmica, a gordura que de fato contribui para a celulite. O principal problema da maioria dos outros tratamentos de celulite é que eles lidam apenas com a gordura debaixo da pele e da fáscia. Essa abordagem não funciona porque a gordura subdérmica não consegue reagir ao tratamento como ocorre com a gordura normal. Infelizmente, aquela gordura dérmica que causa a celulite está lá para ficar. A boa notícia é que, com alguns poucos passos todos os dias, você nunca terá de se preocupar com ela.

Muitas teorias populares dizem que a celulite resulta do excesso de gordura no corpo e que a dieta é a resposta. Outros dizem que ela é causada pelo excesso de água e, portanto, que a desidratação das áreas afetadas é a resposta. Bem, as teorias populares sobre celulite e estrias estão erradas. Quem passa por um programa de exercícios ou por uma dieta bem-sucedida apenas descobre que perdeu peso em excesso, mas que a celulite continua lá. Já tentou alguma vez secar as áreas atingidas das suas coxas ou nádegas com o uso tópico de cafeína ou de outro agente desidratante apenas para descobrir que a área se torna novamente inchada tão logo você bebe um pouco de água.

As teorias convencionais estão, em parte, corretas. O problema realmente envolve gordura. Também envolve água. Mas a solução não é tão simples quanto remover o excesso de gordura e água de seu corpo. Como provavelmente você sabe, há muitas mulheres magras com celulite, e há muitas mulheres completamente hidratadas sem ela. O que é importante não é a quantidade de gordura ou de água em seu corpo, mas como você trata a gordura e a água que estão nele.


3- Nós sempre escutamos que é impossível curar a celulite mas apenas atenuá-la. Como é possível existir solução para este problema? Como o programa do Dr Murad lida com os hormônios, sempre considerados uma das principais causas da celulite?

Usando a experiência e o conhecimento ganhos no decorrer de anos de trabalho nos campos da ciência e da medicina, o Dr Murad desenvolveu uma teoria revolucionária que ficou conhecida como o princípio da água. É a base do seu programa revolucionário. Conforme envelhecemos, nossos corpos perdem a capacidade de utilizar a água como faziam quando éramos mais jovens. Com o tempo, nossas células e outras áreas do corpo que precisam de hidratação entram em colapso e se tornam incapazes de reter a água, o que as deixa enfraquecidas e menos eficientes. Essa água que as células não mais utilizam passa então direto por você ou, ainda pior, permanece entre os tecidos do corpo, inchando os tornozelos ou as pálpebras. Chamo isso de água "desperdiçada" e, para conseguir uma pele lisa, você precisa colocá-la de volta em suas células, onde ela irá deixar o tecido firme e suave.

Tomando os suplementos necessários todos os dias e fazendo algumas mudanças em sua dieta, você pode reverter o colapso da pele e evitar danos futuros. O Dr Murad vem usando por anos uma combinação de nutrientes reparadores de células, tais como extrato de romã e ácidos graxos essenciais, com resultados espantosos. Ele provou, por meio de numerosos estudos, que aplicar o princípio da água ao tratamento dos seus pacientes fez maravilhas para suas rugas. O Dr Murad questionou se isso poderia ser tão eficiente no tratamento de celulite e estrias, e resolveu descobrir. Começou estudando a anatomia da celulite e questionando as teorias e tratamentos comuns que não funcionaram.

Por que a celulite tem uma textura saliente enquanto a gordura normal não tem?
Por que a gordura que compõe a celulite é visível, enquanto a gordura normal não o é?

Investigou como as células de gordura da celulite diferem das células normais de gordura e testou as suas teorias no tratamento delas como tais. Os resultados foram coxas lisas e grandes sorrisos nos rostos das pacientes. Na verdade, num estudo duplo-cego, aleatório e controlado com placebos, as participantes do teste experimentaram um aumento de 78% da firmeza da pele depois de oito semanas tomando os nutrientes que o Dr Murad discute no seu livro.

A celulite não é um problema novo. O que é novo é a solução. Enfim, o Dr Murad está pronto para encarar esse duradouro tabu da beleza. Depois de anos de pesquisa exaustiva, o Dr Murad pode dizer, sem nenhuma dúvida, que o método por ele criado funciona.


4- Como o Dr Murad chegou à conclusão sobre a sua dieta?

Vários tratamentos de celulite à disposição no mercado são apenas tópicos - você os esfrega na pele. Os ingredientes de aplicação local certos podem fazer maravilhas para seus sulcos e furinhos. No entanto, os benefícios são limitados porque a celulite é depositada abaixo da superfície da pele, aonde cremes de aplicação local nem sempre chegam. A filosofia central do método do Dr Murad é criar um ambiente completo para tecidos saudáveis dentro do corpo. Você pode conseguir isso com um programa de três partes:

(1) nutrientes internos,
(2) aplicação local de cremes para nutrir a superfície da pele, e;
(3) alguns pequenos ajustes no seu estilo de vida.

A maioria de nós pensa no cuidado com a pele como se isso se restringisse a aplicações tópicas, mas a filosofia do Dr Murad é efetuar a mudança tanto a partir de dentro como de fora. Chama isso de cuidado interno com a pele, e é a única maneira de curá-la de forma completa.

A celulite é causada pela pele que se deteriorou a ponto de as células gordurosas flutuantes serem capazes de passar pela derme, a camada média da pele, e atingir a superfície. Simplesmente acrescentando à sua dieta nutrientes fundamentais de hidratação da pele e fortificação das células, tais como a glicosamina, ácidos graxos essenciais, aminoácidos, lecitina e antioxidantes, você pode reparar, reidratar e revitalizar a pele, forçando as células gordurosas a voltarem para baixo da superfície, onde não ficam visíveis - e ali as manter. Esses nutrientes funcionam em conjunto com agentes de uso local que hidratam, firmam e estimulam o fluxo sangüíneo, deixando uma pele firme, suave e lisa.


5- Como é o programa completo para resolver o problema da celulite?

AS TRÊS CHAVES PARA TER UMA PELE MAIS LISA
o Reparar
o Reidratar
o Revitalizar

O ácido hialurônico - Hidratante natural do corpo tem a capacidade de reter cem vezes seu próprio peso em água e é produzido a partir da glicosamina. Ele é essencial para manter todo o tecido conjuntivo hidratado e, conseqüentemente, em ótimo estado de saúde e vitalidade. Conforme envelhecemos, nosso corpo produz cada vez menos dessa substância, deixando-nos com as articulações doloridas e a pele seca e enrugada.

A glicosamina não é encontrada com facilidade nos alimentos, então recomendo tomar suplementos que são vendidos em qualquer loja de vitaminas. Uma dosagem de 1.000 a 2.000 mg por dia é o suficiente para suprir o tecido conjuntivo.

Uma dieta com aminoácidos para construir e reparar o colágeno e a elastina dos vasos sangüíneos é obtida com fontes variadas de proteína, como vegetais e tofu, e que substituísse a carne vermelha por peixes ricos em ômega-3 e por carne branca de aves, e sem pele.

Uma dieta de sucesso para reparar o tecido conjuntivo também precisa incluir elementos que atraíssem água para dentro dos vasos sangüíneos. Os ácidos graxos essenciais (AGE) são os principais carregadores de água para o tecido conjuntivo. Eles são encontrados em várias sementes e castanhas, como linhaça e nozes, e também em peixes de água fria. Ácidos graxos essenciais são outra supercomida. Infelizmente, o corpo não é capaz de produzir sozinho essas gorduras tão necessárias, então você tem de consegui-las em fontes alimentares ou suplementos. Um suplemento de 1.000 mg de AGE de óleo de peixe por dia. (A alternativa vegetariana é tomar quatro suplementos de 1.000 mg de óleo de linhaça mais 100-300 mg de suplemento de DHA - ácido graxo). É importante substituir todos os alimentos que contêm gorduras saturadas e transaturadas "ruins", como carnes vermelhas e gordura hidrogenada, por alimentos que contêm gorduras insaturadas "boas", como peixes, óleo de canola e azeite de oliva.


6 - Para as pessoas que não podem seguir o tratamento completo do Dr Murad, existem outras alternativas para lutar contra a celulite?

Estas pessoas devem seguir algumas recomendações. Primeiramente, devem aprender a hidratar a pele, que não se consegue fazendo uso apenas de água, mas com aplicação de glicosamina. A celulite é um problema crônico para a maioria das mulheres. Quem quiser obter efeitos duradouros, precisa seguir um tratamento, mas é possível obter melhoras visíveis por meio da boa hidratação da derme e alimentação adequada.


7- Existem centenas de tratamentos contra a celulite - desde drenagem linfática até o uso de laser. O que o Dr Murad pensa sobre estes tratamentos?

Geralmente estes tratamentos abordam a celulite como um distúrbio apenas local e superficial da pele. Esta abordagem simplista não leva a resultados satisfatórios e duradouros. O tratamento proposto pelo Dr Murad é uma abordagem externa e interna do problema da celulite, com correção de hábitos de vida e alimentares, a utilização de cremes hidratantes locais e o uso de nutrientes e antioxidantes internos.


8- Tem sido feitas pesquisas para provarem os resultados do tratamento proposto pelo Dr Murad?


A pesquisa do Dr Murad sobre suplementos orais no envelhecimento cutâneo foi publicado no Journal of Dermatology Treatment em 2001. Outras pesquisas foram conduzidas no próprio Instituto de Pesquisas do Dr Murad. Consulte o site do Dr Murad.

Murad H; Tabibian MP. El Segundo, California 90245, USA. The effect of an oral supplement containing glucosamine, amino acids, minerals, and antioxidants on cutaneous aging: a preliminary study. J Dermatolog Treat;12(1):47-51, 2001 Mar.

9- A celulite envolve certos mitos. Quais deles são verdadeiros? Bebidas gasosas (refrigerantes) podem causar celulite, por exemplo?

Se queremos evitar os danos que levam à ocorrência de celulite, precisamos desarmar os radicais livres.
Algumas fontes de dano por radicais livres são:
- Radiação ultravioleta do sol
- Poluição
- Fumaça de cigarro
- Estresse/depressão
- Falta de sono
- Exercícios exaustivos
- Dieta inadequada
Mesmo funções corpóreas cotidianas, como a respiração, podem produzir radicais livres.

Alterações nas dietas também reduzem a sua ocorrência. Alguns alimentos que devem ser evitados: açúcar branco refinado; balas e outros doces processados; refrigerantes (normais ou sem açúcar); frutas secas com açúcar; frituras e enlatados; grãos refinados.

10- O Dr Murad é um grande pesquisador da pele. É possível diminuir as rugas usando apenas cremes?

O tratamento de rugas é muito semelhante ao da celulite, e deve ser abordada com uma combinação de dieta, exercícios e qualidade de vida. O uso simples de cremes comerciais não promovem o efeito que se deseja porque sua concentração de princípios ativos geralmente é baixa. Em seu livro o Dr Murad apresenta produtos e formulações que podem ser levadas pelos leitores ao médico dermatologista e preparadas em farmácias de manipulação. Depois de seus produtos originais, esta é a melhor opção cosmética.


11- Na opinião do Dr Murad, qual o melhor meio de prevenir as rugas?

Uma vida feliz, um sono reparador. Fazer uma limpeza facial e hidratação pelo menos duas vezes por dia. O Dr Murad acrescenta uma máscara de Vitamina C mensal aplicada em consultório.


12- Coma reduçãod a camada de ozônio, o sol se tornará um grande problema no futuro. Como nós seremos capazes de nos proteger da radiação com mais eficiência?

Não saia de casa sem protetor solar. Numa exposição ao sol, sempre que possível, use chapéu e óculos grandes que cobrem a área ao redor dos olhos. O uso de filtros solares com antioxidantes, como betacaroteno e vitamina E já são comuns no mercado. O Dr Murad acrescenta extrato de romã (ácido elágico) em suas formulações, o qual é um poderoso antioxidante natural.


13- O Dr Murad declarou que o cuidado com a pele pode nos levar a saúde total do organismo? Poderia explicar melhor?

O Dr Murad tem um programa de pesquisas há muitos anos e os resultados em sua clínica comprovam a ligação de um processo sobre o outro. As dietas e os complementos que propõe têm a função de repor nutrientes que o nosso corpo não consegue produzir com a mesma quantidade no decorrer do tempo. Ao desacelerar o envelhecimento da pele estamos desacelerando o envelhecimento de outros órgãos, equilibrando e fortalecendo o organismo como um todo. Nada ocorre de modo isolado. Todos os passos do tratamento vão lhe proporcionar um ambiente interno e externo saudáveis. Eles irão fornecer a seu corpo as ferramentas de que ele necessita para reparar a pele e evitar a aparência de "casca de laranja" e ao mesmo tempo fazer todo seu corpo ficar mais jovem e vibrante.

Última atualização: 22/02/2006